Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Home > Últimas Notícias > Últimas notícias > Agenda da Sudam em Brasília busca melhorias para o Marajó
Início do conteúdo da página

Agenda da Sudam em Brasília busca melhorias para o Marajó

  • Publicado: Quarta, 27 de Junho de 2018, 09h35
  • Última atualização em Quarta, 27 de Junho de 2018, 09h44

A elaboração de um contrato específico do Programa Luz Para Todos e a realização de melhorias na infraestrutura elétrica no Arquipélago do Marajó foram pontos da pauta de reuniões realizadas pela Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) com representantes da bancada paraense na Câmara dos Deputados e do Ministério de Minas e Energia nos dias 20 e 21 de junho, em Brasília. A Sudam foi representada pelo coordenador-geral de Elaboração e Avaliação dos Planos de Desenvolvimento da Sudam Flávio Blanco e pela servidora lotada em Brasília, Érika Leite.

No primeiro dia, houve o encontro com a deputada federal Simone Morgado e com o chefe de gabinete do deputado federal Lúcio Vale, Dário Lúcio Terra. Já no dia 21, houve a reunião representantes do Ministério de Minas e Energia, Aurélio Pavão de Farias e Paulo Gonçalves Cerqueira, responsáveis pelo Programa Luz para Todos em nível nacional. Nas ocasiões, foram entregues documentos elaborados por esta Autarquia que pautavam, dentre outros pontos, a elaboração de um contrato específico do Programa Luz Para Todos para o Marajó, assim como melhorias na infraestrutura elétrica. “O Programa é essencial para o desenvolvimento do Marajó, pois viabiliza o acesso à energia elétrica de qualidade à população local da região”, destaca Blanco.

Os assuntos debatidos em Brasília estão entre as prioridades destacadas no Plano de Desenvolvimento Territorial Sustentável do Arquipélago do Marajó, no qual a Sudam exerce a Coordenação-Executiva do Comitê Gestor de Políticas Intersetoriais. “Foi uma agenda muito produtiva, pois conseguimos esclarecimentos sobre ações para viabilizar um plano de obras do Programa no Marajó e estreitamos ainda mais as relações com o Ministério de Minas e Energia. Agora, é reunir de novo o GT para definir estratégias e planejar o andamento dos trabalhos”, analisa o coordenador.

por Ascom Sudam

publicado em: 27/06/2018

registrado em:
Fim do conteúdo da página